Missionários da LUZ

27/02/2011 18:57

Estaremos estudando, neste primeiro semestre de 2011, o livro "Missionários da LUZ", essa é a terceira obra da conhecida série André Luiz, sucedendo à  “Os Mensageiros”, quando o autor espiritual depara-se com muitos trabalhadores que quando encarnados mantiveram um contato mais íntimo com o mundo espiritual; muitos já espíritas, médiuns ou doutrinadores, falharam nos seus propósitos.

Nesta obra, dividida em 20 capítulos, André Luiz apresenta vários processos mediúnicos e fornece esclarecimentos preciosos sobre o perispírito e os centros de força (chakras), além de explicar como se desenvolvem as providências do plano espiritual, antes, durante e após as reuniões mediúnicas. 

Somos convidados a percorrer muitos laboratórios, descortinando junto ao autor,  que aprende com "os missionários", toda uma nova ciência rica em informações cuja chamada ciência acadêmica ainda não desvelou. 

Segue abaixo uma sinopse com breve resumo de cada um dos capítulos, revelando seus temas principais.

Encontra-se tambem disponível todo o livro em pdf. Basta clicar aqui.

Bom apredendizado!

 

 

Segue um fichário sobre o Livro da série “André Luiz”, cujo maior parte do conteúdo foi adaptado e baseado no trabalho de Eurípedes Khül, que se encontra disponível na íntegra no  http://www.institutoandreluiz.org/sinopse_missionariosdaluz.html.

 

 

TÍTULO: "MISSIONÁRIOS DA LUZ"

AUTOR: Espírito ANDRÉ LUIZ

PSICOGRAFIA: FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER (concluída em Maio/1945)

Primeira edição em 1945, pela Federação Espírita Brasileira (Rio de Janeiro/RJ)

 

 

1.     Observações sobre o conteúdo:

 

Essa é a terceira obra da conhecida série André Luiz, sucedendo à  Os Mensageiros”, quando o autor espiritual depara-se com muitos trabalhadores que quando encarnados mantiveram um contato mais íntimo com o mundo espiritual; muitos já espíritas, médiuns ou doutrinadores, falharam nos seus propósitos.

Nesta obra, dividida em 20 capítulos, André Luiz apresenta vários processos mediúnicos e fornece esclarecimentos preciosos sobre o perispírito e os centros de força (chakras), além de explicar como se desenvolvem as providências do plano espiritual, antes, durante e após as reuniões mediúnicas. 

Somos convidados a percorrer muitos laboratórios, descortinando junto ao autor toda uma “nova ciência”,  rica em aprendizado cuja chamada ciência acadêmica ainda não desvelou.  Chama a atenção o paralelo que traça em alguns capítulos destinados à reencarnação propriamente dita, à escolha de sequenciamentos celulares com os conhecimentos científicos da época. Atentemos que nesta data ainda não havia sido desvendado o DNA, publicado num trabalho em 1953 por Watson e Crick, e cujo sequenciamento teve início com o “projeto genoma” em 1985, acelerado nos anos 90 e ainda não finalizado completamente.

Relata não somente processos biológicos e espirituais interligados no preparo da reencarnação, mas tambem as implicações emocionais e motivacionais, da complexidade do processo da importante programação da existência terrena, descrevendo inclusive os motivos de sucesso e insucesso desta fundamental etapa evolutiva.

 

 

       

 

2.  Sinopse dos capítulos

 

Cap 1 – O psicógrafo

É detalhada a participação de Espíritos protetores na reunião mediúnica, particularmente quanto à psicografia, descrevendo os mecanismos psicossomáticos.

Muito útil aos médiuns em geral e especialmente aos psicógrafos.

 

Cap 2 – A epífise

É esta glândula, tambem denominada “pineal”, e relacionada intimamente à vida espiritual, e  que segrega “hormônios psíquicos”.  Descreve suas funções e acentua sua importância, inclusive na relação mediadora das glândulas genitais pois que atua qual “poderosa usina segregando unidades-força nas energias geradoras..”

 

Cap 3 – Desenvolvimento mediúnico

Evidencia as providências da Espiritualidade, precedentes à reunião mediúnica propriamente dita.  Diagnostica doenças e disfunções em médiuns observados numa visão espiritual mais ampla, exemplificando (apresentava "bacilos psíquicos" ou larvas), correlacionando as disfunções físicas com as perispiríticas e suas implicações.

 

Cap 4 – Vampirismo

Explica o significado das palavras "vampiro/vampirismo" na visão espírita,  quando trata de obsessor/obsessão (desencarnado, ainda rudemente fixado às sensações físicas, roubando energias e sensações deletérias de encarnado viciado.

Registra o problema da alimentação carnívora, e dedica especial atenção ao tratamento do ser humano para com os animais, acenando com uma "nova era", quando o homem cultivará o solo com amor e os respeitará aos animais.

 

Cap 5 – Influenciação

Comenta sobre os desencarnados exploradores, que “aguardam à porta dos Centros Espíritas a saída dos médiuns invigilantes...”

Relata da importência do compromisso do trabalhados espírita, à exemplo do abandono das reuniões mediúnicas, por parte dos médiuns...

 

Cap 6 – A oração

O autor rememora seu trabalho quando encarnado e da diferença observada no plano espiritual:  diante de um “doente da alma”, vampirizado, como atendê-lo?... O Instrutor espiritual, em resposta, demonstra como a prece constrói fronteiras vibratórias: a oração é o mais eficiente antídoto do vampirismo.

Informa sobre a influência de inúmeras energias qua atuam sobre todos nós, muitas vezes passando desapercebidas, tais como os bilhões de raios cósmicos, raios solares e raios psíquicos.

 

Cap 7 – Socorro Espiritual

Explica porque à noite há mais facilidade para ajuda espiritual, quando os raios solares diretos não desintegram certos recursos dos cooperadores espirituais.

Relaciona também vários processos que ocorrem no desdobramento do sono, com repercussões físicas.

Registra um caso de "moratória": enfermo prestes à desencarnação que recebe energias possibilitando um acrescimo de mais meses de existência terrena.

 

Cap 8 – No plano dos sonhos

Evidencia como o sono pode ser excelente oportunidade de boas realizações e de aprendizado, de reencontro com parentes ou amigos desencarnados; que tambem pode favorecer à encontros desastrosos que causem lembranças de pavor e pesadelos.

Ralata um curso ministrado por Instrutor espiritual a trezentos alunos, encarnados e desdobrados pelo sono, dos quais apenas 32 (trinta e dois) assimilam as lições!

 

Cap 9 – Mediunidade e fenômeno

Explana a necessidade de planejamento, disciplina e construtividade para todos os candidatos às atividades mediúnicas, cuja tarefas se iniciarão de modo progressivo, para depois alcançarem grandes obras.

Registra que o Espírito de Verdade é Jesus.

Comenta das expressões fenomênicas nos trabalhos mediúnicos, que deverão estar em plano secundário, pois o Espírito é tudo.

 

Cap 10 – Materialização

Comenta sobre a mediunidade de efeitos físicos, e evidencia o trabalho imenso para se obter sucesso nas chamadas “Sessões de Materialização”, expondo seus riscos, tendo em vista que poucos médiuns reúnem as condições espirituais que elas exigem: valores morais legitimamente consolidados.

 

Cap 11 – Intercessão

Demonstra como um processo de vampirização ocorre  numa família entre encarnados e desencarnados, e tambem quando esse terrível processo envolve uma coletividade de espíritos num ambiente de um matadouro. 

O capítulo mostra ainda o martírio de um suicida, atormentado pelo remorso.

 

Cap 12 – Preparação de experiências

Descreve o planejamento reencarnatório com suas etapas, da complexidade envolvida no processo,  que envolve não somente a família mas tambem a construção dos “mapas dos futuros corpos físicos”: importantantíssima relação com o DNA, com toda uma ciência que alia o corpo físico ao espiritual.

Esclarece-nos ainda acerca dos raros espíritos "completistas".

 

Cap 13 – Reencarnação

Detalha os processos da fecundação, informando as diferenças das “fecundações físicas” e das “fecundações psíquicas”.

Ensina que o corpo perispiritual  direciona os elementos celulares e está fortemente radicado no sangue, indicando uma interface espírito-matéria, implicando num conceito muito mais abrangente de saúde.

 

Cap 14 – Proteção

Fala dos casais “sem a coroa dos filhos  por terem agido egoisticamente nesta encarnação ou em vidas passadas.

Informa que a reencarnação se completa por volta dos sete anos de idade.

Descreve a proteção espiritual na fase fetal e embrionária do ser humano.

 

Cap 15 – Fracasso

Narra de modo dramático como uma gravidez é interrompida por invigilância (aborto indireto) da gestante que o pratica pela terceira vez, auxiliada por Espíritos que a vampirizavam, e que por isso mesmo, não lhe admitiam a maternidade.

 

Cap 16 – Incorporação

Demonstra todo o processo da psicofonia (previamente chamada de incorporação), quando um espírito é levado a mesma reunião mediúnica que participava, quando encarnado. A médium que o atenderá na reunião tem graves problemas conjugais algumas horas antes, e recebe o abençoado apoio espiritual, mercê do seu devotamento.

 

Cap 17 – Doutrinação

Ao doutrinar Espíritos os médiuns acabam doutrinando-se...

Observamos um sacerdote ser doutrinado com o auxílio materno, pois esta se responsabilizava por induzi-lo a este mister, quando ambos estavam encarnados, colaborando no desvio dos seus objetivos encarnatórios.

Faz observações sobre outras finalidades das sessões de materialização, demonstrando sua ocorrência no Plano Espiritual. Cita da importância  das reuniões mediúnicas, justificando porque às vezes ela precisa ser realizada por encarnados que doam seu “magnetismo humano”.

           

Cap 18 – Obsessão

Trata dos processos de obsessão e da desobsessão, acentuando a importancia do trabalho em equipe do plano espiritual e terrestre; e conta de uma oportunidade em que vingadores são previamente doutrinados no Plano Espiritual, antes de se manifestarem pelos médiuns.

O capítulo sugere extrema cautela aos médiuns lidadores das obsessões, muitos dos quais adiantam diagnósticos apressados e fazem promessa de curas no campo físico...

 

Cap 19 – Passes

Trata detalhadamente do passe,  da necessidade de conhecimentos especializados, além de critério e responsabilidade por parte dos passistas.

Exemplifica o caso de uma pessoa invigilante, que após ser atendido por dez vezes com socorro completo, será deixado entregue a si mesmo, só voltando a ser socorrido pela Espiritualidade após adotar nova resolução (do vulgo “papa-passe”).

 

Cap 20 – Adeus

O Instrutor espiritual irá para estágio em esferas mais altas e promove reunião em “Nosso Lar” para as despedidas com seus inúmeros alunos, demonstrando que todos que ensinam ainda tem muito que aprender, pois o aperfeiçoamento é contínuo.  Todos vêem o abnegado Instrutor orar com infinita beleza “como se conversasse com o Mestre presente, embora invisível”.

 

3. PERSONAGENS CITADOS:

 

ANDRÉ LUIZ: é o autor espiritual, tendo permanecido em regiões mais inferiores do umbral por oito anos, somente quando orou com fé  pôde ser recolhido à Instituição Espiritual "Nosso Lar" situada na psicosfera de região próxima da cidade do Rio de Janeiro, por interferência de sua mãe. Graças à sua abnegação e trabalhos incansáveis de auxílio ao próximo, alguns anos mais tarde conquistou a faculdade da volitação.

- Informa, ao fim do livro "NOSSO LAR" (o primeiro de sua série), que recebeu a comenda de "Cidadão de Nosso Lar", num exemplo dignificante de auto-reforma, possível à todos.

- No segundo livro da série "OS MENSAGEIROS", reporta vários aprendizados que alcançou junto à equipe de auxiliares-aprendizes, no "Centro de Mensageiros", quando, após estágio e uma viagem à Crosta com duração de uma semana, teve oportunidade de observar na prática as lições recebidas.

 

Seguem os personagens em ordem cronológica de menção na obra: colocando entre parênteses (d) = desencarnado;  (e) = encarnado, e  os respectivos capítulo e página:

 

Instrutor ALEXANDRE (d) - 1/11 - Espírito de "elevadas funções" no "NOSSO LAR".  Está presente de ponta a ponta no livro "MISSIONÁRIOS DA LUZ”.  Tem profunda sabedoria e bondade.

CALIXTO (d) - 1/17 - comunicante por psicografia.

CECÍLIA (e) - 6/65 - desdobrada, em sono, atende ao marido que é doente grave (anomalias psíquicas, ligadas ao sexo)

JUSTINA (d) - 7/70 - amiga do Instrutor ALEXANDRE

ANTÔNIO (e) - 7/70 - filho de JUSTINA (está gravemente enfermo - é contemplado com a "moratória" de + 5 meses de vida física)

Irmão FRANCISCO (d) - 7/72 - chefe de grupo socorrista

AFONSO (e) - 7/73 - quando desdobrado pelo sono, é prestimoso doador de energias espirituais

VIEIRA e MARCONDES (e) - 8/85 - alunos faltosos ao Curso do Instrutor ALEXANDRE

SERTÓRIO (d) - 8/85 - chefe de grupo espiritual que freqüenta referido Curso

BARBOSA (d) - 8/90 - aborreceu-se com VIEIRA e esperou-o adormecer para "acertar contas", ou melhor, impedir que VIEIRA, quando na vigília, continuasse a recriminá-lo

Irmão CALIMÉRIO (d)  - 10/108 - Instrutor Espiritual

Irmão ALENCAR (d) - 10/113 – médico, controlador mediúnico

VERÔNICA (d) - 10/113 - enfermeira

ESTER (e) - 11/123 - ficou viúva do segundo noivo, RAUL, que foi assassinado (o primeiro noivo, NOÉ, suicidou-se)

ETELVINA (e) - 11/124 - prima de ESTER - tem razoável evolução espiritual

AGOSTINHO e esposa (e) 11/129 - tios de ESTER - idosos, pobres, queixosos da vida

ROMUALDA (d) - 11/147 - auxiliar da Turma de Socorro do Ministério do Auxílio

SEGISMUNDO (d) - 12/154 - preparando-se para reencarnar (em processo normal)

ADELINO e RAQUEL (e) - 12/155 - serão pais de Segismundo, que em vida passada, prejudicou-os

HERCULANO (d) - 12/155 - Espírito elevado

JOSINO (d) - 12/161 – Assistente, auxiliar do "Planejamento de Reencarnações"

MANASSÉS (d) - 12/167 - auxiliar do "Planejamento de Reencarnações"

SILVÉRIO (d) - 12/168 - prestes a reencarnar - aceitou, resignado, existência com duração de aproximadamente 70 anos, com lesão na perna, como "antídoto à vaidade"...

ANACLETA (d) - 12/172 - auxiliar do "Planejamento de Reencarnações"

JOÃOZINHO (e) - 13/184 - criança, filho de ADELINO e RAQUEL

APULEIO (d) - 14/236 -  chefe dos "Espíritos Construtores"

VOLPINI (d) - 15/251 - reencarnante em processo complicado (mãe já está no 7° mês de gestação)

CESARINA (e) - 15/252 - futura mãe de VOLPINI - por invigilância, dá à luz a um natimorto, que viria a ser VOLPINI, o qual, antes do aborto, foi socorrido por ALEXANDRE

FRANCISCA (e) - 15/257 - amiga de CESARINA, tenta dissuadi-la da invigilância

DIONÍSIO FERNARDES (d) - 16/260  - recolhido a uma Instituição de Socorro

OTÁVIA (e) - 16/260 - médium de psicofonia - marido tenta impedi-la do exercício mediúnico

EUCLIDES (d) - 16/261 - cooperador espiritual no Centro Espírita

LEONARDO (e) - 16/265 -  marido de OTÁVIA - é pessoa perturbada

GEORGINA (e) - 16/270 - tia de LEONARDO - auxilia OTÁVIA a não faltar ao C.E.

MARINHO (d) - 17/278 - Espírito em dificuldades (foi sacerdote católico)

NECÉSIO (d) - 17/284 - cooperador espiritual, também sacerdote católico

ANACLETO (d) - 19/325 - chefia trabalhos de passes

LÍSIAS (d) - 20/337 - amigo de ANDRÉ LUIZ

EPAMINONDAS (d) - 20/344 - discípulo mais respeitável do Mentor ALEXANDRE

 

 

 

BOM ESTUDO!

Facebook Twitter More...